Top Ad unit 728 × 90

Crônicas

Crônicas
teste

Referências e pertencimento


Eu nunca tinha parado para pensar nas palavras referência e pertencimento. Pertencer sempre teve uma conotação de posse, de ter ou possuir alguma coisa, o que confesso nunca foi uma das minhas prioridades de vida. Já referência eu uso para não me perder pelos caminhos tentando voltar para casa sempre que me aventuro por lugares desconhecidos e olha que tenho uma tendência a viradas repentinas. Talvez essa falta de percepção esteja ligada em parte ao fato de ser homem, parte talvez seja pela minha história de vida, mas essas duas palavrinhas bateram a porta do meu buraco sem serem convidadas e se fizeram anunciar no meio de tantos questionamentos internos sobre o amanhã.


Aqui estou eu, sorvendo a poeira acumulada por dois anos de ausência sem nunca ter saído daqui. Removendo o que o tempo lentamente colocou em minha janela, embaçando a visão sobre o que ha lá fora, desorientando caminhos, interrompendo histórias, aprisionando sonhos. É realmente incrível o que podemos encontrar no dia seguinte, após meter o pé na porta, chutar o balde da vizinha e meter os dois pés na jaca, estava pronto e preparado, se isso é possível, para encontrar todos os meus medos e receios pendurados na parede, afinal se a vida parecia estar no seu extremo, o que viria depois? Aqui estou eu, abraçado as obrigações do cotidiano, exercendo a terapia doméstica baseada na neurose de que arrumando a casa estou arrumando a vida, tomando posse da minha vida com um perfex na mão e um veja multiuso na outra e, como em uma propaganda de televisão aconteceu a magia da transformação do antes sujo para o agora limpo! Deu pra ver até as estrelinhas flutuando no ar carregadas pelo aroma inconfundível de lavanda e álcool. E no reflexo das minhas escolhas fui descobrindo referencias, traços de histórias que escreveram o caminho do que hoje sou.



:: Sobre rolhas e conquistas ::





O Buraco nasceu muito antes da primeira rolha, mas só passou a existir depois da primeira conquista. Foi quando uma pessoa me ensinou a importância de celebrar as pequenas conquistas do cotidiano. Ali não só surgiu a primeira rolha de champanhe, mas a responsabilidade de seguir adiante experimentando a vida, degustando ideias com cerveja, dissecando vinhos em argumentos. A necessidade de flanar, sair a esmo sem destino observando o que comove, desafia e surpreende. A busca pela próxima história, pela vida não vivida, pelo substrato inesperado, desafio revelado no último parágrafo. Matéria-prima para rolhas e conquistas.


:: Sobre porcos e pontos ::




Pequeno, meio redondinho e simpático, amigo íntimo da Angry Dilma, esses moradores chegaram meio que de surpresa, mas tem em si a missão de fazer ecoar melodias pelas paredes do pensamento. Parte essencial da vida, a música não só compõe a trilha sonora de muitas histórias e textos do buraco como tem a capacidade de criar uma atmosfera, despertar a alma e transportar você para momentos da vida, ligando pontos, conectando emoções, traduzindo entrelinhas e revelando melodias. Criando asas em porcos!


:: Sobre cafés e rituais ::





Não sou uma simples cafeteira com pedigree, carrego em mim intensidades diferentes e oriunda de varias partes do mundo, encapsuladas nas mais diversas cores. Espalho aromas pelo ar, aguço seus sentidos, curto ou longo? Momento ímpar de pausa entre uma palavra e outra, levanto-me pois já não caibo em mim, começo a andar de um lado para o outro, sento-me na janela, acendo um cigarro e me perco nas possibilidades infinitas da próxima linha, e de novo, e de novo, e de novo!


:: Sobre temperos e símbolos ::





O que um saleiro e um pimenteiro podem ser? Sou Leão, sou criança, gosto de mostrar a vida em cores, sou contraste. Sou arte, Britto, sou contemporâneo. Sou mania, tenho que estar a direita e a frente, sou intuição. Sou pimenta, tempero da lembrança, sou saleiro. Sou linha sobre tela, sou razão, sou coração sem motivo. Sou recordação, pintura alinhada, sou inquietude, sou borda. Sou presente, sentimento retratado, sou pedaço, sou você. Sou Ricardo, sou muito mais que palavras, sou Buraco.



:: Sobre livros e caminhos ::



Não coleciono histórias contadas! Coleciono a vida que me abraça, que se disfarça de acaso e me faz semente. A graça está na surpresa do capítulo seguinte, em brincar de pique esconde com a lua cheia entre as montanhas na estrada. Assim vou colecionando páginas, lembranças de lugares especiais, transformando parágrafos em mantras, somando milhas ao conhecimento, tentando decifrar a melhor maneira de escrever minha própria história e contar a de outros.


Aqui estou eu, com a poeira do tempo em minhas mãos e duas palavrinhas martelando em minha cabeça. Referencias e pertencimento. Você pertence a um sentimento que não quer deixar de viver, que o tempo e a razão não conseguem apagar, que te faz desejar ir adiante e sentir borboletas no estômago, que faz seu coração bater mais forte, aquilo que transborda em saudade e ao encontrar te faz melhor. Você pertence aquela imagem que não sai da cabeça, ao lugar que sente vontade de voltar no minuto seguinte em que sai, ao lugar que quer acordar todas as manhãs e ficar. Não é difícil perder-se dentro de si mesmo, precisamos enxergar nossas referências para que nossa alma sinta que pertencemos à algum lugar ou a alguém, e só quando existir verdade nessa interação entre pertencer e pertencido poderemos validar as conquistas do dia a dia, ligar os pontos como em uma melodia, construir novos rituais e cultivar símbolos que realmente importam. Talvez a resposta “esteja” no meio do caminho, mas eu prefiro acreditar que “seja” o caminho do meio, pois ainda faltam muitas rolhas para preencher meu pote, novas músicas para meu porquinho tocar, cafés coloridos para entremear minhas futuras histórias, temperos inusitados por esbarrar e um livro para terminar. É bom estar de volta!
Referências e pertencimento Reviewed by Ricardo Leão on 7:52 PM Rating: 5

Um comentário:

All Rights Reserved by Blog do Buraco © 2014 - 2015
Powered By Blogger, Designed by Sweetheme

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Tecnologia do Blogger.