Top Ad unit 728 × 90

Crônicas

Crônicas
teste

Resenha Livros - É tudo tão simples - Danuza Leão


“A simplicidade é o mais alto grau de sofisticação” – a frase perdida na noite dos tempos é de Leonardo da Vinci, e quando andei postando na minha página do face, foi de longe minha contribuição mais curtida pela galera. E como hoje o dedinho de curtir é um dos melhores termômetros do que vai na cabeça do povo; acho que nossa Danuza acertou em cheio na escolha do tema do seu último livro.
A vida anda tão complicada que ao mesmo tempo que aceleramos para acompanhá-la, clamamos por alguém que nos ensine a por o pé no freio, a dar um tempo, a unir o belo, o bom, o funcional, mas sem que pra isso precisemos enlouquecer todos os dias! Mas se o tema tá na medida, e a prosa da colunista é deliciosa, achei o conteúdo banal, um tanto impessoal e por diversas vezes óbvio demais. Se a autora não queria uma discussão filosófica tão pouco você terá um manual prático do bem viver em mãos. São mais ideias soltas, produto sim, de uma vasta e conhecida experiência pessoal, mas que em raros momentos consegue estabelecer um diálogo mais íntimo com o leitor. Sugestões esparsas de como tornar o dia a dia mais interessante, com charme e simplicidade até tem, mas nada de muito original. E uma pitadinha de amargura transparece aqui e acolá, o que dá a incomoda impressão de que simplicidade é algo que resta no fim das expectativas mais grandiosas que se perderam e não o que de fato pode ser – uma conquista difícil, mas maravilhosa do tempo e da sabedoria sobre a loucura e a presunção dos nossos dias. É simples, podia ser melhor!

por Carolina Resende

Ficha Técnica




TÍTULO: E TUDO TAO SIMPLES
ISBN: 9788522013500
IDIOMA: Português
ENCADERNAÇÃO: Brochura
ANO DE EDIÇÃO: 2011
EDIÇÃO: 1ª
AUTOR: Danuza Leao

Resenha Livros - É tudo tão simples - Danuza Leão Reviewed by Ricardo Leão on 10:24 PM Rating: 5

Um comentário:

  1. Tive este livro em minhas mãos várias vezes em algumas visitas à livraria e até mesmo com algumas amigas. Após ler sua crítica me sentí aliviada por não ter lido. Conheço a Danuza e a respeito muito como mulher,mas pra escrever um livro sobre simplicidade requer um altruísmo que sei que ela não possui. Obrigada por suas sábias palavras. Michele Michel.

    ResponderExcluir

All Rights Reserved by Blog do Buraco © 2014 - 2015
Powered By Blogger, Designed by Sweetheme

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Tecnologia do Blogger.