Top Ad unit 728 × 90

Crônicas

Crônicas
teste

Resenha Filmes - Intocáveis
















Como a vida deveria ser! Afinal, dentro de nós pelo menos conseguimos identificar imagens, emoções e atitudes que nos fazem pensar que a vida deveria ser daquele jeitinho e exclamar: Lindo! Emocionante! Maravilhoso! Amei este filme! O que mais? É fácil encher de adjetivos histórias que retratam a essência humana, mas o humor de contrastes é o fio condutor deste filme, trocando em miúdos, é a capacidade que alguns de nós temos de rir de nós mesmos e de nossas limitações. Gosto quando a vida parece um clichê. Um jovem negro, pobre, desempregado encontra um homem branco, rico e tetraplégico. O que nos autos de nossa vigilante sociedade estaria escrito com improvável, o destino em sua trama entorpecente irá lembrar um de seus ditos: que as vezes precisamos esbarrar na vida de alguém para entender o que está faltando na nossa. Desta maneira, Driss (Omar Sy) acaba sendo contratado por Philippe (François Cluzet) para ser seu enfermeiro. Vítima de suas necessidades ambos começam a difícil tarefa de conviver com o novo, mas o impetuoso e espontâneo e muitas vezes sem noção Driss vai desmontando aos poucos as defesas de seu novo patrão, já calejado por inúmeras tentativas fracassadas. Simples assim, pra que complicar? Transformam essa máxima de nossas vidas em cenas engraçadas, uma atrás da outra, Driss vai desatando os nós da vida de Philippe e transformando o cotidiano complicado em algo possível, já do outro lado da moeda o senso de responsabilidade, comprometimento, disciplina vai aflorando neste jovem que respira os desafios da vida. A consequência entre o côncavo e o convexo é o complemento, que neste caso podemos chamar de amizade, que dura até os dias de hoje, já que estamos falando de uma história real!
Divertido! Na minha opinião, divertidíssima a brincadeira como este enredo se desenrola mostrando o contraste de duas vidas teoricamente opostas que se entrelaçam pelo acaso, se é que existe esse tal o acaso!


:: Ficha Técnica ::

Diretor: Olivier Nakache, Eric Toledano
Elenco: François Cluzet, Omar Sy, Anne Le Ny, Audrey Fleurot, Clotilde Mollet, Alba Gaïa Kraghede Bellugi, Cyrril Mendy, Christian Ameri
Duração: 112 min.
Ano: 2011
País: França
Gênero: Drama
Classificação: 14 anos

:: Assista o Trailer ::


Resenha Filmes - Intocáveis Reviewed by Ricardo Leão on 8:29 PM Rating: 5

3 comentários:

  1. Numa noite de insônia tenho o mesmo prazer de ler seus textos como tive pela primeira vez! Intimidade, delicadeza,fina ironia,finais surpreendentes!! que delícia ler e reler! E ainda a seleção de músicas, que fazem pensar pq esta música o tocou? Como escolheu? Foi uma palavra? Uma lembrança? Um sentimento? Por muitas vezes fui apresentada a uma música ou cantor pelo seu blog! Surpreender,tocar, transformar é a função do artista! Seus textos e ideias sempre me tocaram, e aqui estou novamente......surpreendida por outros nuances do que já foi visto!! Pela enésima vez,parabéns!!! Bjs, Pétala Picota.

    ResponderExcluir
  2. Para as noites de insonia sempre costumo pedir comida e ler um bom livro, ou assistir algum filme.
    Ainda não assisti os Intocáveis mas tenho pensado convidar a algumas amigas a próxima semana.

    ResponderExcluir
  3. Quando eu vi esse filme não sabia se chorava ou se ria. Eh bom mesmo

    ResponderExcluir

All Rights Reserved by Blog do Buraco © 2014 - 2015
Powered By Blogger, Designed by Sweetheme

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Tecnologia do Blogger.