Top Ad unit 728 × 90

Crônicas

Crônicas
teste

Resenha Filmes - O Homem que mudou o jogo

Coloque seu melhor “cap” ou boné virado com a aba para trás, vista uma camisa bem colorida de preferência listrada, arrume aquela bola de tênis esquecida no fundo da gaveta, depois procure um cabo de vassoura velho ou um pedaço de tábua de caixote! Pronto! Isso é o mais perto que nós brasileiros podemos chegar deste esporte que parece ser feito apenas para americano ver, então o que de atrativo pode existir neste novo filme estrelado pelo galã Brad Pitt? A mensagem inicial já traduz bem o que você vai assistir: “É inacreditável o quanto você não sabe sobre o jogo que vem jogando a vida inteira”. Melhor nem tentar entender o jogo, foque na mensagem que está por trás do jogo, que por sinal está muito bem narrada neste enredo. Trata-se de uma história real baseada na vida de “Billy Beane” (Brad Pitt), um gerente geral de um time sem muita expressão na liga de baseball americana. Como todo enredo imita a vida, Billy quando jovem foi uma promessa que não deu certo, escolhas erradas e muita pressão acabaram por enterrar seus sonhos de sucesso e fama. E o colocaram atrás dos holofotes. Mas tal lá tal cá, essas equipes pequenas só fazem revelar talentos para que depois as grandes contratem por quantias absurdas. Realmente o mundo parece que será dominado pelos “nerds”. Foi quando o acaso colocou o Jovem “Peter” (Jonah Hill), recém formado em economia e cheio de números na cabeça no caminho de Billy. Ele apresenta sua teoria que baseia o valor de cada jogador através de números, estatísticas, e o convence que a formação do próximo time para a temporada deveria ser feita pelo computador ao invés dos tradicionais olheiros. (Olheiros são aqueles velhinhos que são pagos pra sentar e comer cachorro quente enquanto observam os jovens talentos nas escolas). Aqui a história torna-se interessante, afinal ir contra o padrão estabelecido por uma sociedade, seja ela de que tamanho for e tentar implantar um “ideia maluca”, não é pra qualquer um não, ainda mais com um “nerd” engravatado a tira colo. Maluco, obstinado e desesperado são os adjetivos dados a Billy, que sofre a rejeição de todos os que se opõem a mudanças. Aos trancos e barrancos e ainda algumas demissões, ele consegue implantar seu esquema. O resultado começa a impressionar a todos, seu time ganha uma partida atrás da outra, até quebrar o recorde de vitórias consecutivas de todos os tempos. O roteiro não trás nada de novo às telas de cinema. É mais uma daquelas histórias de superação, que tem lá o seu valor se conseguirmos tirá-las do campo e trazer para a vida, mas Billy ainda tem que vencer o último jogo, pois só assim acredita que vencerá o sistema, e só assim terá valido alguma coisa!

Assista o trailer



Ficha Técnica
Elenco: Brad Pitt, Philip Seymour Hoffman, Robin Wright, Jonah Hill, Chris Pratt, Kathryn Morris.
Direção: Bennet Miller
Gênero: Drama
Duração: 133 min.
Distribuidora: Columbia Tristar
Classificação: 10 Anos

Resenha Filmes - O Homem que mudou o jogo Reviewed by Ricardo Leão on 12:12 PM Rating: 5

Nenhum comentário:

All Rights Reserved by Blog do Buraco © 2014 - 2015
Powered By Blogger, Designed by Sweetheme

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Tecnologia do Blogger.