Top Ad unit 728 × 90

Crônicas

Crônicas
teste

Suspire!


Estranhos desencontros,
Disfarçados nas entrelinhas dos olhares,
Revelados em palavras distorcidas,
Cultivado na mentira de nossas verdades.
Acolherei todos os seus prazeres,
Escravo do lamento sem pudor.

Menina dos olhos enigmáticos,
Vem a mim e entregue seus pecados,
Que os tornarei divinos.
Contarei um a um seus delírios.
Escrevendo suas frases impuras,
Na memória das fronhas amassadas.

Desvendarei suas virtudes,
Implorando pela sua insensatez,
Sussurrando silenciosamente,
Os desejos mais incoerentes de nós dois.
Esconderei nas suas entranhas,
A virilidade das noites umedecidas.

Doce o calor dos seus afagos,
Suor que aprisiona minhas falas,
Entorpece as estradas do meu destino.
Impávido suplício do querer.
Mulher. Mundana. Profana meu sol,
Desnuda minha libido e me faz seu.

Redesenhe minhas sombras,
Entremeie meus desígnios,
Navegue pelos meus desatinos,
Acredite no arrepio,
Transcenda o que não tem razão,
Ame a mim, como a ti amei. Suspire!

Suspire! Reviewed by Ricardo Leão on 5:31 PM Rating: 5

Um comentário:

All Rights Reserved by Blog do Buraco © 2014 - 2015
Powered By Blogger, Designed by Sweetheme

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Tecnologia do Blogger.