Top Ad unit 728 × 90

Crônicas

Crônicas
teste

Resenha Filmes - Padre

A receita é a seguinte: Junte um padre “Paul Bettany” com poderes divinos em artes marciais, vestindo uma capa preta no melhor estilho Matrix (O Filme). Adicione uma parceira bonita e boa de briga, uma Trinity (Matrix) na versão japonesa “Maggie Q”, do outro lado um bandido “Karl Urban” com um estilo cowboy vampiro que se acha “o cara” e tá muito a fim de dar umas mordidas. Claro que não poderia faltar o xerife bobão e valentão querendo salvar a mocinha, que no caso é filha do padre. O resultado disso é um filme de ação recheados de clichê. Mas a história é a seguinte: em um mundo destruído, ou talvez outro mundo, a guerra entre os vampiros alienígenas, filhos do “geléia” (Caça fantasmas) com Alien (O Filme) se enfrentaram em um batalha centenária com a igreja, que depois de muitas derrotas recebe uma benção divina dotando de poderes alguns padres, que com suas habilidades “Matrixianas” conseguem derrotar a maioria dos geléias espaciais aprisionando os sobreviventes. Tudo ia bem, a igreja controlava através do medo a sociedade até que a pequena e inocente mocinha “Lily Collins” é sequestrada. O Temente padre da capa preta pede autorização para resgatar a donzela, mas o clero nega seu pedido. E você acha que adiantou alguma coisa? Que nada, o desobediente homem santo e sua horrível tatuagem na testa parte em sua jornada no melhor estilo Mad Max (O filme), gerando aí as melhores cenas deste filme de ação oriundo dos quadrinhos, mas com um enredo mal adaptado para o cinema. Não chega a ser um filme ruim, mas longe de ser bom, apenas um filme de ação.



Resenha Filmes - Padre Reviewed by Ricardo Leão on 10:56 AM Rating: 5

Nenhum comentário:

All Rights Reserved by Blog do Buraco © 2014 - 2015
Powered By Blogger, Designed by Sweetheme

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Tecnologia do Blogger.