Top Ad unit 728 × 90

Crônicas

Crônicas
teste

O Bolo de Carne














Aqui vai um receitinha muito especial e que faz o maior sucesso com os poucos privilegiados que provaram meu bolo de carne. Não gosto muito de seguir receitas nem na cozinha nem na vida. Tem horas que sair da rotina é uma boa pedida e com uma pitada de criatividade você acaba transformando aquilo que é comum e banal no seu dia a dia em algo especial.


Foi quando naquele dia em que tudo parecia meio atrasado, um dia de rotina qualquer, eu olhei para aquela carne moída na minha mão e disse – Vou fazer algo diferente com você, se está achando que vai virar o mesmo “basicão” de sempre, esta enganada!


E então...
Para fazer essa receita você vai precisar de três ingredientes fundamentais, uma bela faca afiada, paciência e carinho. Primeiro escolha uma cebola grande e bonita, então pique em pedacinhos bem pequenos, nada de usar processador, tudo é na faca! Se chorar cortando a cebola não se importe, isso faz parte da receita e da vida, logo passa. Agora o alho, pegue quatro dentes, mas daqueles grandões tipo dentes do siso, então fatie e depois comece a picar, e picar e picar de novo até ficarem bem miudinhos. Só então junte a meio quilo de carne moída a sua escolha, no meu caso foi patinho, misturando bem e acrescentando a mistura um saquinho de tempero Sason para carnes, aquele do saquinho vermelho. Depois de tudo bem misturado, reserve a carne e deixe-a pensando e absorvendo os ingredientes.

Agora vamos nos preocupar com o recheio. Primeiro um maço de brócolis, separe só as florzinhas, nessa receita as folhas não entram. Pacientemente pique o brócolis até não parecerem como brócolis, ótimo truque pra enganar a criançada que não é chegada a um verdinho. Ta na hora de quadricular o blanquet de Peru, umas duzentas gramas. Empilhe as rodelinhas já fatiadas o mais uniforme possível e com a faca fatie em tirinhas bem fininhas, depois é só fatiar na posição contrária para formar os pequenos quadradinhos. Coloque o peru para fazer companhia ao brócolis. Agora precisamos alguma coisa para dar liga ao nosso recheio e seguindo a linha light de nossa receita e usando a mesma técnica de quadricular o peru, acrescente cento e cinqüenta gramas de queijo de minas e mais cem gramas de mussarela, tudo com paciência e muito carinho e como sempre, na faca! Bem, agora só falta o último ingrediente para fazer companhia ao nosso brócolis, peru, queijo minas e a mussarela que estão batendo um papo em um pote. Para dar um toque Francês, vamos colocar um vidro pequeno de champignon, ou cogumelos para os menos afrescalhados. Nem precisa falar né? Tudo muito bem picadinho. A idéia é que todos os ingredientes do recheio tenham o mesmo tamanho.


É hora da festa! Hora de misturar todos os ingredientes do recheio, então mãos a obra! Meta a mão no pote e misture com alegria, aumente o volume do som e faça a festa. Lá pelas tantas quando o recheio estiver parecendo uma coisa só, vamos unir, amassar até formar uma massa homogenia. Como o brócolis, o queijo de minas e os cogumelos contêm muito líquido vamos precisar dar uma espremidinha básica, mas com carinho e ir retirando o líquido aos poucos. Eu vou comprimindo o recheio com a mão por toda a lateral do pote e com cuidado retirando o líquido e já dando a forma cilíndrica que depois vai parar dentro da carne.


A essa altura nossa carne já não é mais a mesma, como na vida, já modificou seu sabor ao absorver os ingredientes a ela misturados e está pronta pra receber nosso recheio, mas antes teremos que adicionar mais um ingrediente a ela. Coloque duas colheres de sopa super generosas de margarina Qualy e misture bem por uns cinco minutos até que ela não grude tanto nas mãos e fique possível seu manuseio. Em uma travessa grande previamente untada com margarina vamos espalhar a carne por toda sua superfície, ficando mais ou menos com uma altura de um centímetro. Ta na hora do encontro com o recheio. Com cuidado coloque o recheio no centro da travessa tentando manter a forma cilíndrica e deixando uma margem de dois centímetros nas pontas para que depois possamos fechar nosso bolo sem transbordar o recheio. Tudo certinho? Então esta na hora de fechar nosso bolo de carne. Um lado de cada vez, delicadamente desgrude a carne da lateral da travessa, levantando-a e cobrindo o recheio. Depois faça a mesma coisa com o outro lado, formando assim um embrulhinho, ou um charuto, como preferir. Agora esta na hora de fechar as pontas tomando cuidado para que o recheio fique la dentro. Essa pode parecer a parte mais complicada, mas com jeitinho e carinho você consegue dar o formato ao bolo de carne. A intenção é não deixar nenhum buraquinho por onde o recheio possa escapar. Mas posso garantir que a sensação depois de vê-lo montadinho, todo lindinho pronto pra ir ao forno é uma delícia e você ainda nem o comeu!


Então vamos aos finalmentes, com o forno pré-aquecido em temperatura média, coloque a travessa no ultimo andar do seu forno, lá na cobertura, o mais alto possível, assim evitamos que queime o fundo assando assim por igual. Deixe-o lá, tomando um calorzinho por cerca de trinta minutos. Quando ele estiver com uma carinha de bronzeado, retire do forno e derrame por cima um saquinho de queijo ralado, espalhando bem por toda superfície. Acabou? Ainda não! Rsrsrsrs. Agora ele volta pro forno e fica lá por mais uns quinze minutos, até o queijo derreter e ficar com aquele jeitinho de água na boca. Ah! Mas agora ele foi rebaixado, já não mora mais na cobertura, coloque no meio do forno. Não tem erro, aquele cheirinho delicioso vai te avisar que esta na hora de retirar do forno e comer, e pra acompanhar um arroz branco e batatas fritas, só pra não ficar tão light assim!

Às vezes estamos tão acostumados a fazer a mesma coisa, absorvidos pela rotina de nosso dia a dia, que basta você parar um pouco e olhar ao redor e perceber que a carne sempre esteve ali virando a carne moída básica de todo dia, o brócolis estava sempre na salada, o queijo indo parar naquele sanduíche rapidíssimo, e o cogumelo guardado no fundo do armário e que com um pouquinho de tempo e um olhar diferente para as mesmas coisas podemos transformar nossa rotina em algo especial e diferente. Pode até dar um pouco de trabalho, mas o final pode ser surpreendente. Tente! A luz de velas, e com um bom vinho tinto essa receita fica ainda melhor!
Leia outras receitas
O Bolo de Carne Reviewed by Ricardo Leão on 4:17 PM Rating: 5

3 comentários:

  1. Adorei a volta...já tentou empanar o bolo de carne??? rsrsrsrsrsrs...nossa comi assim e ficou deliciosoooooooooooooooo....agora q tenho a receita quem sabe um dia me animo???

    ResponderExcluir
  2. eita! agora posta o frango verde das visitas, kkkkk! aliás, uma delícia.
    beijocas

    ResponderExcluir

All Rights Reserved by Blog do Buraco © 2014 - 2015
Powered By Blogger, Designed by Sweetheme

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Tecnologia do Blogger.