Top Ad unit 728 × 90

Crônicas

Crônicas
teste

A Saga da coxinha 3 - A missão!

EPISÓDIO 2 - 
A Batata

...e então surgiu a batata. Este novo ingrediente explicava muitas coisas, a textura da massa, como agregar mais sabor, enfim uma luz na escuridão na busca da coxinha perfeita.  Ah! A internet!  Que maravilha! Não foi difícil achar uma receita na internet, pra falar a verdade consegui até um vídeo, foi quando descobri que a massa era mais ou menos um nhoque disfarçado de coxinha, o que me remeteu a minha infância, quando a nossa cozinheira preparava nhoque, eu prestava muita atenção tentando controlar minha ansiedade, esperando que a massa ficasse pronta, para poder depois de enrolar cortar em pedacinhos e ver cozinhar na água quente, aquilo era mágica pra mim. Bem, batatas compradas, devidamente descascadas e cortadas em cubos e cozidas com três tabletes de caldo de galinha e sal. Aqui a dica, pode colocar sal, no final você vai dar o ponto da massa com trigo, tirando o salgado da batata. Agora se prepare para enganar as batatas, elas vão pensar que serão transformadas em purê, bem amassadinhas, coloque na panela junto com duas colheres de sopa de manteiga, acrescente leite, vá misturando com um garfo até a mistura ficar bem homogênea, nessa hora  você coloca duas gemas, e logo em seguida vai adicionando trigo aos poucos e misturando, e adicionando, e misturando,  quando seu braço já não agüentar mais de tanto misturar e a massa estiver desgrudando da panela desligue o fogo e jogue em cima de uma pedra, devidamente cheia de trigo e com uma espátula espalhe por toda a superfície, permitindo assim que esfrie mais rapidamente. Hora de descontar todas as raivas, depois de fria, pegue a massa e comece amassar, bater, socar, até que ela fique bem homogênea e não grude na sua mão, você pode ir controlando adicionando trigo se achar que esta molenga demais ou adicionando azeite pra desgrudar das mãos, mas não se empolgue muito na raiva, nem no trigo, nem no azeite, ta?, a massa pode desandar. Pegue leve! Em tempo, são duas da manhã, e minhas cobaias esperam ansiosas pela versão 2.0 da coxinha. Sempre tem um curioso que vem meter o nariz na sua receita, não é verdade? Então depois de uma narigada dessas, acabei descobrindo que fica muito melhor misturar o requeijão com o frango desfiado, e pra quem gosta, adicione umas ervinhas para colorir. Da massa faça uma bolinha do tamanho da mão, da bolinha faça um disco, parecendo uma mini-pizza, que na palma da sua mão vai virar uma conchinha, então coloque o recheio dentro da conchinha com uma colher, então é só fechar a conchinha em formato de coxinha. Com essa massa fica muito fácil modelar as coxinhas, depois  mergulhe em água bem gelada, passe na farinha de rosca e frite em seguida. Hummmmmm!, a massa ficou uma delícia, da pra comer purinha, o recheio delicioso, a coxinha ficou muito boa, nota 8, Uau!! Nada mal hein! Coca-zero nos copos, coxinhas na mesa, e cobaias saltitantes e felizes, muitos elogios! Perfeito! Nem sobrou pra bater a foto! Até o momento que estou escrevendo esta receita e descubro através de uma leitora que a coxinha feita com macaxeira fica divina. Ai ai ai, começo a pensar que a coxinha perfeita seja uma utopia. Bem, vamos lá!, a procura dos novos ingredientes....

obs: por favor as cobaias devem solicitar reserva com certa antecedência para o próximo experimento.
A Saga da coxinha 3 - A missão! Reviewed by Ricardo Leão on 9:52 PM Rating: 5

5 comentários:

  1. Fiquei com água na boca pra comer sua coxinha com uma coca-cola bem gelada! Pena que eu more muito longe! Pois me canditaria como sua cobáia.

    ResponderExcluir
  2. Olha, Ricardo, se ela ficaram metade gostosa de comer do que a receita ficou gostosa de ler... huuuummmmm ... risos
    Primeira vez na vida que eu vejo alguém escrever receita de um jeito gostoso assim de ler. Delicioso o texto.
    Bjs,
    F.

    ResponderExcluir
  3. Oi Ricardo, que delícia de receita...adorei a idéia de mergulhar a coxinha na água gelada e passar na farinha de rosca, muito melhor que passar no ovo. Recheio com requeijão e ervas...hummmm...da para agendar o próximo experimento para quando? rsrsrs...beijos

    ResponderExcluir
  4. realmente vc tem o dom de escrever...torna algo simples em interessante...faz a gente visualizar isso tudo, até imaginar as sensações... já pensou em tornar o buraco um livro??? bjus...

    ResponderExcluir
  5. oi Ricardo esse teu buraco é demais quanto as coxinhas eu adorooooo coxinha ,e se for pra comer com alguém inteligente e interessante assim como vc tanto faz mergulhar na àgua gelada, rechear com requeijâo, hummmm... faz uma prà mim .

    ResponderExcluir

All Rights Reserved by Blog do Buraco © 2014 - 2015
Powered By Blogger, Designed by Sweetheme

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Tecnologia do Blogger.